sábado, 16 de outubro de 2010

OLha que lindo, é do blog da Deliane!

Meu Deus! Como é engraçado!

Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço... uma fita dando voltas.
Enrosca-se, mas não se embola, vira, revira, circula e pronto: está dado o laço.
É assim que é o abraço: coração com coração, tudo isso cercado de
braço. É assim que é o laço: um abraço no presente, no cabelo, no vestido,
em qualquer coisa onde o faço.

E quando puxo uma ponta, o que é que acontece? Vai escorregando...
devagarzinho, desmancha, desfaz o abraço.

Solta o presente, o cabelo, fica solto no vestido.

E, na fita, que curioso, não faltou nem um pedaço.

Ah! Então, é assim o amor, a amizade.

Tudo que é sentimento. Como um pedaço de fita.
Enrosca, segura um pouquinho, mas pode se desfazer a qualquer hora,
deixando livre as duas bandas do laço. Por isso é que se diz: laço
afetivo, laço de amizade.

E quando alguém briga, então se diz: romperam-se os laços.
E saem as duas partes, igual meus pedaços de fita, sem perder nenhum
pedaço.
Então o amor e a amizade são isso...

Não prendem, não escravizam, não apertam, não sufocam.

Porque quando vira nó, já deixou de ser um laço!

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Momento delicado

Estava precisando fazer uma faxina em mim...
Jogar alguns pensamentos indesejados fora, lavar alguns tesouros que andavam meio que enferrujados...
Tirei do fundo das gavetas lembranças que não uso e não quero mais.
Joguei fora alguns sonhos, algumas ilusões...
Papéis de presente que nunca usei, sorrisos que nunca darei...
Joguei fora a raiva e o rancor das flores murchas que estavam dentro de um livro que não li...
Olhei para meus sorrisos futuros e minhas alegrias pretendidas
E as coloquei num cantinho, bem arrumadinhas.
Fiquei sem paciência!
Tirei tudo de dentro do armário e fui jogando no chão:
Paixões escondidas, desejos reprimidos, palavras horríveis que nunca queria ter dito, mágoas de um amigo, lembranças de um dia triste... mas, lá também havia outras coisas... e belas!
Um passarinho cantando na minha janela...
Aquela lua cor prata, o pôr-do-sol...
Fui me encantando e me distraindo, olhando para cada uma daquelas lembranças...
Sentei no chão para poder fazer minhas escolhas.
Joguei direto no saco de lixo os restos de um amor que me magoou.
Peguei as palavras de raiva e de dor que estavam na prateleira de cima, pois quase não as uso, e também joguei fora no mesmo instante!
Outras coisas que ainda me magoam, coloquei num canto para depois ver o que farei naquele cantinho, naquela gaveta que a gente guarda tudo o que é mais importante:
O amor, a alegria, os sorrisos, um dedinho de fé para os momentos que mais precisamos...
Como foi bom relembrar tudo aquilo!
Recolhi com carinho o amor encontrado, dobrei direitinho os desejos, coloquei perfume na esperança, passei um paninho na prateleira das minhas metas, deixei-as a mostra, para não perdê-las de vista.
Coloquei nas prateleiras de baixo algumas lembranças de infância, na gaveta de cima as da minha juventude e, pendurado bem à minha frente, coloquei a minha capacidade de amar e de recomeçar!


Imagem: Google - Autor(a): Desconhecido (ao menos por mim e pelo Argonauta021, foi do blog dele que copiei este texto, tamanha foi a identificação com a minha vida - reciclagem total!)

--------------------------------------------------------------------------------
Este artigo pertence ao blog "A Moça do Sonho".
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Vale a pena viver de novo...

Alguns dias após ..., vi que REALMENTE a vida começa aos 40!
Pode parecer bobo, mas é a sensação de já ter vivido algumas coisas e a certeza de que elas apenas se repetem em nossas vidas com personagens diferentes...
Fica tudo mais fácil ( do meu ponto de vista) , alguns podem ver apenas a metade do copo vazia, né? Mas eu não! Otimista de plantão, sacudo a poeira e dou a volta por cima, enquanto olho para os lados( e vejo como aumentaram,hahaha)percebendo que já posso até me atrever a"aconselhar" e falar assim" já passei por isso ou aquilo".
Estranho, né? Morre o jovem e nasce o sábio... bem melhor!!!!
Viva a maturidade!!!
Viva as novas investidas!!!

sábado, 19 de junho de 2010

Degenerescência

Daqui a seis dias entro na maturidade...ou seria terceira idade...sei lá , depois de tantas vidas vividas em uma só, nada importa, só as marcas que teimam em aparecer de repente!
Nem o cérebro consegue mais esconder o que a visão já mostrava.
Quarenta com rostinho de 39, nunca se sabe né?
Falando em idade, ela facilita muitas coisas, permite comportamentos e idéias antes não experimentadas, e estou gostando disso, MUITO!!!

Acabou??

quarta-feira, 26 de maio de 2010

O Puxadinho...

Outra mudança

Novamente, pela segunda vez, torno à casa de mamãe. Pelo mesmo motivo de sempre, sem fundos a perder de vista...Será a primeira vez que morarei num puxadinho e prá rimar, construído com muito carinho; minhas coisas viraram artigos de doação, sempre aprendi que basta o essencial , o necessário( como diria Balu de Mogli), mesmo assim, ainda junto objetos e lembranças.
Bom, não posso me queixar de nada, nem de ninguém, apenas estou tendo, abençoadamente , uma nova oportunidade de aprendizagem.
Obrigada meu Deus.
Novamente.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Poesia da minha filha

TEMPO
Você teria um tempo para
Mim?
Um tempo para se divertir
Tomar dindin?
Que lástima!
Eu tenho todo o tempo do
Mundo!
Por isso estou à toa!
E você? Não teria tempo
Para ficar à toa comigo?
Ah! Esse tempo!

AÍDA GUMES FERNANDES
19/05/2010

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Dessa vez doeu...

Descobrir que você não é única nem exclusiva, descobrir que sua respiração e seu cheiro foi sentido por outra pessoa, concluir que novamente você não foi suficiente...Dói.
Mas lembrando que sou Dione Gumes e não é qualquer pedra que vai atravancar meu caminho, levanto novamente, com dor, mas levanto e sigo adiante, onde a luz é melhor e o amor é certo.
Porque?
Lá o amor não é humano, é divino...e é prá lá que vou, ou melhor todos nós.
E como dizem os amigos próximos, estou querendo economizar encarnações e resolvi pagar duas em uma...