sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Poemeto nº 3

Canta prá mim, canta...
Canta no meu ouvido
Canta baixinho
Sussurra...
Lambe e cheira
Mas canta...
Meloso, blues
pop, rock
legião...
Canta, desafina
Mas canta
Desfia um rosário de notas
Sem sentido
Com harmonia
Sem  diapasão
Só com tesão
Ou melhor sol, lá, si com tesão
Desfia suas notas
desafia minha moquice
minha desmemoriada memória...
Tenta atingir
a emoção que já seca
não responde mais
Canta... canta...

Nenhum comentário: