sábado, 14 de dezembro de 2013

Poemeto nº 19

Cheiro de água
Cor do vento
Lua de dia
Sol de noite
Folha azul
Manto verde
Pista vazia
Tudo possível
Entender o porque
Sem saber como
Amar o dia
Só por ele existir
Sábado é assim
Meio sexta
Meio domingo
Intermédio de prazer
Gostoso o bastante
Metáfora real
Antítese trocada
Inteiro e bom
Sábado é assim
Tem cheiro de vó...

Nenhum comentário: